top of page
  • Foto do escritorSurf Travel Academy

Guia Completo Para Os Melhores Destinos De Surf Do Mundo

Atualizado: 6 de nov. de 2023

Ah, a busca interminável pela onda perfeita. É uma viagem que já preencheu os devaneios de muitos surfistas e decorou inúmeros quadros de visão. Mas a beleza das viagens de surf não está apenas na emoção de surfar ondas épicas; também tem a ver com as experiências ricas que surgem quando pousamos a prancha e exploramos novos horizontes. Por isso, prepara os teus calções de banho ou biquíni preferidos e vamos partir - virtualmente, por agora - para os 12 melhores destinos de surf do mundo.


Explora os melhores destinos de surf do mundo


1. A Meca: North Shore, Oahu, Havaí


Não há melhor lugar para começar do que a pátria espiritual do surf - o North Shore de Oahu. É aqui que as lendas são feitas, e onde Pipeline e Sunset Beach oferecem ondas poderosas que são o tema de lendas. A melhor época para ir? De novembro a abril, quando as grandes ondas chegam.

Mas o North Shore é mais do que um paraíso do surf; é um paraíso tropical exuberante onde podes caminhar por trilhos de esmeralda, mergulhar na cultura polinésia num luau ou mergulhar com snorkel em águas azuis límpidas. Quando estiveres em Oahu, a tua prancha de surf partilha as atenções com a beleza natural e a rica cultura da ilha.


2. Majestade do Sul: Gold Coast, Austrália


Quando se fala em viagens de surf, a Austrália nunca está longe da conversa. E a Gold Coast é a joia da coroa, com pontos épicos como Snapper Rocks e Kirra.

As ondas aqui são tão amigáveis para iniciantes quanto gratificantes para profissionais, oferecendo longas ondas de direita durante todo o ano.

Quando acabares de apanhar ondas, a Gold Coast convida-te a acariciar um koala no Currumbin Wildlife Sanctuary, a viver a vida noturna de Surfers Paradise ou a encontrar a tua criança interior num dos seus muitos parques temáticos.


3. Gema africana: Jeffreys Bay, África do Sul


Jeffreys Bay é um daqueles lugares que nos faz sentir como se estivéssemos a andar no limite do mundo. Conhecida pelos seus rápidos, longos e excecionalmente bem formados point breaks de direita, é o sonho de um goofy-footer. O surf é melhor de maio a setembro, durante o inverno do Hemisfério Sul.

Mas Jeffreys Bay é mais do que apenas um ponto quente para o surf; é uma porta de entrada para a rica paisagem cultural da África do Sul. Mergulha nas tradições Xhosa locais, faz uma pequena viagem para um autêntico safari africano ou aumenta a tua adrenalina fazendo bungee jumping da Ponte Bloukrans.


4. Fogo latino: Santa Teresa, Costa Rica


Situada na Península de Nicoya, Santa Teresa tornou-se num dos destinos de visita obrigatória para os surfistas de todo o mundo. O pico aqui é uma mistura de beach e point break, proporcionando ondas divertidas e surfáveis para todos os níveis. As ondulações consistentes e as águas quentes tornam-na convidativa durante todo o ano.

Fora da prancha, o estilo de vida Pura Vida chama por ti. Delicia-te com marisco fresco, faz tirolesa na selva ou participa num retiro de ioga para restaurar o teu corpo e espírito.


5. Elegância europeia: Hossegor, França


Apelidada de "Capital Europeia do Surf", Hossegor oferece ondas poderosas, graças aos desfiladeiros de águas profundas ao largo da costa. As ondas aqui podem ficar grandes e rápidas, e são mais adequadas para surfistas experientes.

E o que há de mais francês do que combinar surf de classe mundial com cozinha de classe mundial? Ao largo da costa, desfruta de comida e vinho gourmet, ou dá um passeio de bicicleta pela pitoresca paisagem rural.


6. Mística do Pacífico: Uluwatu, Bali, Indonésia


Bali é sinónimo de surf por boas razões. Uluwatu, na ponta sul da ilha, tem ondulações consistentes e oferece uma variedade de picos de esquerda.

Para além do surf, Bali é um santuário espiritual onde se pode assistir a cerimónias tradicionais balinesas, desfrutar de tratamentos de spa ou simplesmente apanhar sol nas suas praias deslumbrantes.


7. Paraíso Kiwi: Raglan, Nova Zelândia


Raglan é famosa pelas suas longas ondas de esquerda e pela paisagem natural deslumbrante. A cidade do surf oferece um ambiente descontraído e ondas adequadas para todos os níveis.

Quando não estiveres a surfar, as maravilhas naturais da Nova Zelândia estão ao teu alcance. Pensa em fazer caminhadas, espeleologia e apreciar as paisagens de cair o queixo que parecem saídas de um filme de fantasia.


8. A joia escondida da América Latina: Chicama, Peru


Chicama detém a coroa da mais longa onda de esquerda do mundo, oferecendo passeios que podem durar até dois minutos.

Depois de te fartares desta maravilha do surf, mergulha na rica história do Peru com visitas a sítios arqueológicos próximos ou prova ceviche, o prato nacional, no seu local de nascimento.


9. Clássico americano: Malibu, Califórnia


O First Point de Malibu é um point break de direita de renome mundial que é ao mesmo tempo suave e desafiador, tornando-o ideal para todos os níveis de aptidão.

Fora da água, Malibu oferece uma mistura única de estilo de vida de praia descontraído e glamour de Hollywood. Janta e bebe vinho em restaurantes de luxo ou faz passeios panorâmicos pelas montanhas de Santa Monica.


10. Refúgio remoto: Ilhas Mentawai, Indonésia


Acessíveis apenas por barco, as Ilhas Mentawai oferecem algumas das condições de surf mais isoladas e intocadas do mundo. As ilhas possuem uma variedade de picos, mais indicados para surfistas intermédios ou experientes.

E quando não estás a surfar as ondas, estás num paraíso tropical, perfeito para pescar, fazer snorkeling ou simplesmente desfrutar do teu isolamento.


11. Autenticidade europeia: Ericeira, Portugal


A Ericeira, uma encantadora vila piscatória transformada em centro de surf, é a resposta de Portugal ao sonho de um surfista. Como a primeira Reserva Mundial de Surf na Europa, a área oferece uma grande variedade de ondas, desde beach breaks a pontos rochosos. A Foz do Lizandro e Ribeira d'Ilhas são apenas alguns dos spots que deram à Ericeira a sua reputação reverenciada.

Mas a Ericeira é mais do que apenas surf spots; é uma fatia da cultura portuguesa. Passeia pelas ruas de pedra, prova o delicioso marisco em tabernas rústicas ou explora os palácios e castelos de Sintra.


12. Mística marroquina: Imsouane, Marrocos


Escondida na costa atlântica de Marrocos, Imsouane é um local de contraste e fusão onde o deserto encontra o mar. Conhecida pelas suas longas ondas - algumas das mais longas de África - locais como The Bay e Cathedral Point fizeram de Imsouane um destino cada vez mais popular.

Imsouane oferece mais do que apenas excelente surf. Mergulha no caos colorido dos mercados marroquinos, no aroma inebriante dos tagines e do chá de menta, e talvez até experimentar a pesca tradicional com os habitantes locais.


Aqui estão os 12 melhores destinos de surf do mundo, onde as ondas são tão épicas como as aventuras que te esperam na costa. Desde surfar ondas monumentais até mergulhar em culturas e paisagens únicas, estes destinos oferecem as melhores experiências de viagens de surf. Tudo o que resta agora é ir apanhar a tua onda de sonho.




10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page